Comprar imóvel no Rio de Janeiro e fazer um bom negócio

Publicado em: 30/07/2013

Rio de Janeiro capital é a segunda metrópole mais populosa do Brasil, a mais conhecida no exterior e é a que apresenta a maior rota turística internacional. O município é um dos principais centros econômicos, culturais e financeiros do país, reconhecido internacionalmente pelos diversos ícones culturais e paisagísticos. Somente o estado do Rio de Janeiro representa 10,8% do PIB nacional e concentra a maior densidade demográfica do Brasil, representando 8,4% da população de todo o país.

A pesquisa inédita publicada no Guia de Imóveis 2013, edição especial da revista Exame, em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), aponta que os imóveis novos no Rio de Janeiro são, em média, 30% mais baratos que os usados. Essa diferença é explicada pela falta de terrenos nos bairros mais valorizados da zona sul, fator que impulsionou as construções para outras regiões que apresentam preços mais acessíveis.

A maior parte dos lançamentos no município ocorreu em Jacarepaguá, Recreio dos Bandeirantes e Barra da Tijuca, na zona oeste. De acordo com as projeções da Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário, os lançamentos em 2013 podem chegar a 25.000 unidades, apresentando o mesmo patamar do ano de 2011.

A pesquisa revela também, o preço médio do metro quadrado praticado nos bairros do Rio de Janeiro. Confira abaixo:

Imóveis novos

De R$2.100 a R$2.700

Campo Grande, Pavuna e Santa Cruz.

De R$3.000 a R$3.900

Bangu, Leopoldina e Madureira.

De R$4.700 a R$5.200

Freguesia, Grande Méier, Irajá e São Cristóvão.

De R$5.400 a R$5.900

Jacarepaguá e Recreio dos Bandeirantes.

De R$6.800 a R$7.000

Grajaú

De R$8.200 a R$8.800

Barra da Tijuca, Camorim e Tijuca.

De R$13.300 a R$13.600

Botafogo

Imóveis usados

De R$1.900 a R$2.800

Água Santa, Bangu, Bento Ribeiro, Brás de Pina, Cascadura, Cordovil, Engenho da Rainha, Guadalupe, Inhaúma, Madureira, Pavuna, Penha Circular, Realengo, Tomás Coelho, Turiaçu e Vaz Lobo.

De R$2.801 a R$3.600

Abolição, Bancários, Benfica, Bonsucesso, Campinho, Campo Grande, Colégio, Encantado, Engenho Novo, Engenho de Dentro, Higienópolis, Irajá, Itanhangá, Jardim Sulacap, Lins de Vasconcelos, Marechal Hermes, Maria da Graça, Olaria, Oswaldo Cruz, Penha, Piedade, Pilares, Praça Seca, Quintino Bocaiúva, Ramos, Rocha, Rocha Miranda, Sampaio, Tauá, Vicente de Carvalho e Vista Alegre.

De R$3.601 a R$4.000

Cachambi, Catumbi, Cocotá, Pechincha, Praia da Bandeira, Riachuelo, São Francisco Xavier, Tanque, Taquara, Todos os Santos, Vargem Pequena, Vila Valqueire e Vila da Penha.

De R$4.001 a R$5.000

Alto da Boa Vista, Andaraí, Anil, Camorim, Del Castilho, Curicica, Estácio, Jardim Carioca, Grajaú, Jacarepaguá, Jardim Guanabara, Moneró, Méier, Portuguesa, Ribeira, Rio Comprido, Santo Cristo, São Cristóvão, Vargem Grande, Vila Isabel e Zumbi.

De R$5.400 a R$6.400

Cidade Nova, Maracanã, Praça da Bandeira, Recreio dos Bandeirantes, Santa Teresa e Tijuca.

De R$6.501 a R$7.700

Centro e Cosme Velho.

De R$8.100 a R$8.600

Barra da Tijuca e Glória.

De R$9.100 a R$9.600

Catete, Flamengo e Laranjeiras.

De R$10.500 a R$11.000

Botafogo, Copacabana e Leme.

De R$11.100 a R$12.400

Humaitá, São Conrado e Urca.

De R$13.500 a R$14.800

Gávea, Jardim Botânico e Lagoa.

De R$17.500 a R$20.300

Ipanema e Leblon.

Está pensando em adquirir um imóvel novo ou usado no Rio de Janeiro? Programando a sua compra por meio do Consórcio de Imóveis, é possível escolher o crédito, o prazo e as parcelas que cabem no seu orçamento. Não é necessário entrada e você fica livre dos juros, além de não precisar comprovar renda no ato da adesão. Faça uma simulação agora mesmo. Clique aqui!


Veja mais notícias