Comprar imóvel com economia e sem burocracia

Publicado em: 26/06/2013

Economizar dinheiro é uma das atitudes mais difíceis de serem cumpridas. De que forma poderá guardar ou como você irá alocá-lo, com certeza é pensando no bom retorno financeiro que ele poderá trazer futuramente. No entanto, é necessário definir metas realistas, manter seus gastos sob seu controle e aproveitar o máximo do seu dinheiro para que o investimento realizado agora, seja a garantia do seu futuro.

A aquisição de um imóvel para investimento ou para moradia é um processo que requer o momento exato e oportuno para aplicar os seus recursos financeiros. Acompanhar o mercado, pesquisar ofertas e valores são fundamentais antes de fechar um bom negócio.

A alta demanda dos compradores, aliada às condições econômicas favoráveis, acaba promovendo a valorização dos imóveis. Por isso, esse investimento é uma grande oportunidade de garantir a sua estabilidade no futuro.

Antes de adquirir um imóvel, verifique a localização, os vizinhos, a estrutura do imóvel, entre outros fatores. Saiba mais nesta matéria.

Já sabe como comprar o seu imóvel? Essa pergunta vai depender da sua necessidade e do seu orçamento disponibilizado para o investimento. Há várias maneiras econômicas e práticas que podem facilitar a sua aquisição, como utilizar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Como usar o FGTS?

  • É necessário ter trabalhado há pelo menos três anos, consecutivos ou não, sob regime do FGTS;
  • Não ter usado o fundo há, no mínimo, dois anos;
  • Não ter nenhum financiamento ativo pelo SFH (Sistema Financeiro de Habitação);
  • Não ser proprietário de fração de mais de 40% de outro imóvel residencial na mesma região metropolitana.

Ao usar o seu FGTS, há algumas regras que devem ser cumpridas no momento da escolha do imóvel: ele deve custar no máximo R$500 mil, não pode ter sido negociado com recursos do FGTS há três anos, deve estar localizado na mesma região em que o comprador more ou trabalhe, no mínimo um ano, e tem que permanecer no nome do comprador por no mínimo dois anos antes de uma provável venda. O FGTS ainda pode ser usado para ofertar lances, liquidar parcelas e quitar um financiamento.

Caso esteja em seus planos futuros investir em imóveis para gerar renda, o Consórcio de Imóveis é uma modalidade bastante atrativa. Sem juros e sem entrada, não é necessário comprovar renda, o que o torna menos burocrático. Com a compra programada, você poderá ser contemplado com a carta de crédito a qualquer momento. Faça uma simulação e conheça os planos e valores disponíveis no Consórcio de Imóveis.



Veja mais notícias