Startup do Santander faz vídeo agressivo e recebe resposta

Publicado em: 08/06/2019
Startup PI Investimentos do Santander faz vídeo agressivo e recebe resposta do Consórcio

Todos sabem a importância do Sistema de Consórcios no mercado nacional. Consolidado no Brasil, autorizado e fiscalizado pelo Banco Central, o setor movimenta bilhões a cada ano e é uma excelente alternativa - considerada mais econômica que o financiamento - para quem deseja adquirir um bem ou serviço. No entanto, isso pareceu não ser o bastante para uma plataforma de investimentos do banco Santander, a PI Investimentos, que lançou uma campanha ironizando o modelo de negócio, propondo que o público deveria fazer investimentos na fintech e não através dos consórcios.

A peça publicitária causou reação negativa e foi duramente criticada por empresas e instituições do setor. A ABAC (Associação Brasileira das Administradoras de Consórcio), em nota de repúdio, reiterou que a campanha, além de ser ofensiva ao sistema de consórcios, também está “afrontando os legítimos interesses das administradoras, colaboradores, profissionais de vendas e, sobretudo, consorciados”, segundo o comunicado oficial.

Assista:

Resposta à altura!

Em meio à polêmica e às críticas contra a plataforma de investimentos do Santander, a administradora 1consórcio - plataforma digital de consórcios em rede, fruto da união da Kogut com o Consórcio Viwa e o Grupo Coimex- foi além e criou uma peça publicitária em resposta à peça original.

Na campanha, é exibido um diálogo com as mesmas estruturas do filme da plataforma de investimentos, onde o personagem principal diz ao executivo que pedir para que ele desmoralize o sistema de consórcio “que é sucesso há 50 anos” com algo que mal saiu das fraldas não está tudo bem (a Pi Investimentos foi lançada em março deste ano pelo Santander). O personagem afirma, ainda, que o consórcio é algo tão bom que até o banco vende!

De acordo com o diretor de marketing da 1consórcio, Marcelo Kogut, o mercado é abrangente e tem espaço para todos, mas é preciso muito cuidado na criação de estereótipos. “Não poderíamos nos calar diante dessa ofensa, que também é feita a outros setores do mercado financeiro, como os agentes autônomos de investimento. O segmento de consórcios é maduro e há mais de cinco décadas está estabelecido para ajudar os brasileiros em seu planejamento financeiro para a aquisição de diferentes bens e com maior economia”, pontuou o diretor.

A peça da plataforma digital de consórcios em rede ainda coloca o slogan “1 por todos, todos por 1” ao final do filme para reforçar a união da classe de profissionais e administradoras de consórcios e outros segmentos atingidos.

Assista

:



FONTE: Assessoria de Imprensa 


Veja mais notícias