Créditos comercializados chegaram a crescer 32,7%

Publicado em: 11/07/2017
Como foram os cinco primeiros meses do ano no segmento de consórcio imobiliário?

A linha de crédito imobiliário pró-cotista, que oferece juros reduzidos a trabalhadores titulares de conta vinculadas do FGTS, poderá ser retomada apenas em 2018. As contratações de operações com a linha estão suspensas desde o mês de junho. Diante de restrições de créditos como essa e da burocracia, o consórcio passou a ser alternativa econômica e eficaz para comprar de forma programada e sem juros, imóveis novos ou usados, comerciais ou residenciais.

As adesões no consórcio de imóveis seguiram apresentando aumento. Com alta de 12,7% e 94,7 mil novas cotas vendidas, o crescimento de créditos comercializados chegou a 32,7% nos cinco primeiros meses deste ano em comparação com 2016. Houve alta ainda, no valor do tíquete médio, com 21,8%, de acordo com pesquisa divulgada pela Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC).

Considerado como um método prático e seguro para viabilizar a compra de um imóvel, o sistema de consórcio apresenta várias opções de crédito, prazos e parcelas. Sem a necessidade de um avalista, o comprador não paga juros e ainda passa a ter o poder de comprar à vista com a carta de crédito em mãos.

Para conhecer outras vantagens e aderir a um plano de acordo com o seu orçamento, é só fazer uma simulação de consórcio!

Fonte: Valor Econômico / Qual Imóveis / Estadão

Veja mais notícias