Comprando o imóvel com a carta de crédito

Publicado em: 24/01/2020
O que é a carta de crédito casa?

Comprar a casa própria é o desejo de muitas famílias. Entre casa, terreno ou apartamento, é o preço que acaba, em muitos casos, influenciando a decisão de compra. Na prática, a iniciativa é deixada de lado em função da burocracia ou ainda, pela falta de planejamento. É nesse ponto que a forma de pagamento define todo o sucesso da sua compra e da sua negociação.

Entre as alternativas mais populares estão os consórcios e os financiamentos. Mas qual escolher? A resposta vai depender da sua necessidade. O consórcio é mais indicado para quem não tem pressa e pode aguardar pela contemplação por sorteio ou lance até o término do grupo. A vantagem do consórcio é a flexibilidade para escolher o plano e o crédito desejado antes de fazer a adesão a um grupo.  

A flexibilidade dessa modalidade de compra ainda permite adquirir com a carta de crédito, um terreno, apartamento ou o imóvel que mais desejar. Não há a incidência de juros, uma vez que não há empréstimo de dinheiro. O consócio funciona como um autofinanciamento em grupo. No financiamento imobiliário, o cliente paga pelo imóvel em diversas parcelas, que podem se estender por anos. Acontece que nesses casos, é preciso atender a alguns requisitos, como comprovação de renda, valor de entrada, entre outros. Os interessados em fazer um financiamento imobiliário devem se atentar às condições, como valor mínimo de compra, taxas de juros, prazo mínimo e máximo para pagamento, tipo do imóvel, limite de crédito, além dos custos adicionais, ou seja, paga-se um valor alto pelo imediatismo de compra. 

Entre vantagens e desvantagens, se você busca planejamento, o consórcio imobiliário pode ser a sua melhor alternativa de compra. 

 



Veja mais notícias